25 de janeiro de 2015

O encontro mais embaraçoso com Lee Pace

As vantagens de escrever sobre entretenimento são várias: exibições de filmes mais cedo, convites para cerimónias de prémios e ter a oportunidade de entrevistar artistas que realmente admira. Claro, há também alguns percalços desta profissão — particularmente quando se trata desta última vantagem. No PopWatch Confessional desta semana perguntamos: Qual foi o encontro mais embaraçoso que já tive com uma celebridade?


Alison Wild, assistente de design e fotografia: Um dos meus melhores amigos do ensino médio é agora um modelo masculino — e abençoem o coração dele por constantemente levar-me ‘à cidade’ com as celebridades B-lista dele, quando eu estava na faculdade. Uma vez, em 2011, fui ao apartamento dele para encontrá-lo e estavam três pessoas que não conhecia no sofá dele a conversarem. Neste ponto, eu estou habituada a ele deixar-me com pessoas semi-famosas que não conheço e a confiar em mim para não agir como um imbecil, então meti de cócoras ao lado de um tipo bem-parecido e tentei juntar-me à conversa. Felizmente, este tipo era inacreditavelmente simpático para alguém com a cara dele e perguntou-me várias perguntas sobre mim e a minha vida (com a mais bonita e sumptuosamente sonora voz, devo acrescentar). Até ao momento em que estou a terminar a história de tirar o dente do siso, apercebo-me que preciso de parar e perguntar a este tipo sobre a vida dele. “Então, o que é que faz?”, perguntei. Ele respondeu com uma gargalhada, acompanhado por, “Ah, bem, acho que poderias dizer que sou um ator, de certa forma.” Antes de poder bisbilhotar mais informações, ele e os outros tiveram que sair. Fiquei sozinha com o meu melhor amigo, riu de mim: “Sabe que era Lee Pace, certo?”. Agora, tenho que viver com o facto de ter perguntado a Ronan the Accuser o que é que ele fazia para viver.

Via