5 de abril de 2017

Resenha: Six of Crows - Leigh Bardugo

Livro: Six of Crows - Sangue e Mentiras
Autor: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Páginas: 375
Compre: Amazon

Sinopse: A oeste de Ravka, onde Grishas são escravizados e envolvidos em jogos de contrabandistas e mercadores...
... fica Ketterdam, capital de Kerch, um lugar agitado onde tudo pode ser conseguido pelo preço certo. Nas ruas e nos becos que fervilham de traições, mercadorias ilegais e assuntos entre gangues, ninguém é melhor negociador que Kaz Bekker, a trapaça em pessoa e o dono do Clube do Corvo. 
Por isso, Kaz é contratado para liderar um assalto improvável e evitar que uma terrível droga caia em mãos erradas, o que poderia instaurar um caos devastador. Apenas dois desfechos são possíveis para esse roubo: uma morte dolorosa ou uma fortuna muito maior que todos os seus sonhos de riqueza. 
Apostando a própria vida, o dono do Clube do Corvo monta a sua equipe de elite para a missão: a espiã conhecida como Espectro; um fugitivo perito em explosivos e com um misterioso passado de privilégios; um atirador viciado em jogos de azar; uma grisha sangradora que está muito longe de casa; e um prisioneiro que quer se vingar do amor de sua vida.
O destino do mundo está nas mãos de seis fora da lei - isso se eles sobreviverem uns aos outros. 



Ladrão
Sangradora.
Espiã.
Atirador.
Fugitivo.
Prisioneiro.

Quando eu li a sinopse do livro o final me lembrou muito Esquadrão Suicida e quando eu lia o livro via que realmente tem partes que se combinam. Os vilões precisam se juntar para salvar o mundo, mas antes disso precisam deixar as diferenças de lado e se concentrarem no objetivo maior - para que todo o mundo sobreviva e eles possam continuar com suas vidas loucas. 

Deixando as comparações com o filme de lado, a escrita de Leigh Bardugo é maravilhosa! Esse foi o primeiro livro que li dela e fiquei apaixonada pelo modo em que ela descreve as cenas, os elementos em que coloca em cada personagem e nos arredores, o jeito que ela conquista o leitor com a narração - é tudo incrível! Não tenho nenhum comentário ruim a respeito da narrativa. 

"Bardugo se superou com este livro, criando o belíssimo pano de fundo que é Ketterdam e o preenchendo com um sofisticado elenco de criminosos e trapaceiros. Six of Crows é uma astuciosa obra de arte elegante trabalhada que me empolgou do início ao fim." 
Holly Black, autora da série As Crônicas de Spiderwick

A diagramação da editora está linda. As páginas possuem lindos detalhes, há um mapa mostrando o local, há detalhe no início dos capítulos, há um mini dicionário com as informações, as folhas são amarelas e bem grossinhas, o livro possui abas e ainda ganhei o marcador junto <3 A felicidade da leitora aqui está no nível máximo! 

Os personagens são muito bem construídos e muito divertidos, misteriosos, e com muita carga emocional. Apesar do livro ser narrado em terceira pessoa, eu amei demais todo ele, Leigh sabe muito bem como conquistar e prender os leitores do início ao fim do livro. Você fica tão preso com a narrativa e com a história que se sente ali com os personagens, como se estivesse vivendo aquilo junto com eles. 

O desenvolver da história é muito bom, o mundo que ela criou é tão surpreendente, misteriosa e dramática. O final é maravilhoso. E mal posso esperar para ler outros livros dela e poder viver essas sensações e experiências todas novamente. 

Six of Crows está na lista dos meus livros favoritos do ano e Leigh Bardugo entrou para a lista de autoras favoritas. 

Muito obrigada mesmo à editora Gutenberg pelo livro e a Aliança de Blogueiros também. 

3 comentários:

Monique Neves disse...

Eita!
Também sou fã das distopias/fantasias. Já estava de olho nesse livro. Ele não é uma série? Agora fiquei na dúvida.
Independente disso... já tá na listinha de desejados.
Abraços literários

Helyssa Santos disse...

Oi Bia, sou fã do genero e da autora, mas ainda não encaixei esse livros nas minhas leituras, espero fazer em breve. Bjs

Hely, Tell me a Book

Thati Machado disse...

Tenho dois exemplares desse livro aqui, mas por algum motivo desconhecido, nunca me interessei pela leitura. Sua resenha, contudo, despertou um interesse genuíno. Dica mais do que anotada ;)

Thati Machado;
http://nemteconto.org